Arquivo por tag: poema

Poesia e memórias de uma cirurgiã

O Estranho Hóspede Estranho Desatino, Crescendo desenfreado, Desafiando o olho clínico, Traiçoeiro, oculto, assombrado, Reina sufocando, Com suas garras de rapina. Estranho hóspede aterrador, Que brota de um acaso inocente, Burlando a vigilância indolente, Como quem rouba beijos inocentes, Rompe vales e alagados, De folículos sempre crescentes. Extrapola a forma delineada Transformando em quimérica flor …

Continue lendo

Share